13/01/2020

Confira quatro complicações das varizes

Suas varizes andam lhe tirando o sono? Quer saber se as varizes podem se complicar?Então, confira abaixo tudo isso e muito mais coisas sobre as varizes.

Dor, inchaço, sensação de peso, dormência… são só alguns dos muitos sintomas causados pelas varizes, que são veias tortuosas, dilatadas e que perderam a sua principal função, de facilitar o fluxo sanguíneo.

As varizes, na verdade, muito além de apenas causarem danos estéticos, elas prejudicam a circulação, por isso, devem ser tratadas, evitando possíveis complicações.

Na verdade, as principais complicações das varizes surgem, justamente, pela falta da devida atenção à doença.

Por isso, é fundamental que, ao menor indício dos sintomas mais comuns, que são dor, inchaço, sensação de peso e cansaço nas pernas, o paciente procure o mais rapidamente possível a ajuda de um médico para avaliar o caso e indicar o melhor tratamento, mas o Varigold Funciona muito bem para quem sofrendo com as dores causadas pelas varizes, caso você não tem condições de comprar o varigold, recomendo que veja as dicas

Infelizmente, as pessoas se preocupam mais com o lado estético, e acham que escondendo o problema por baixo de uma roupa já resolvem tudo.

Na verdade, ao ignorar o problema e não procurar o tratamento adequado, a saúde pode ser colocada em risco, dando chance para possíveis complicações das varizes, como:

  1. Insuficiência venosa crônica

É mais comum surgir em mulheres com idade mais avançada, geralmente, relacionada  ao número de gestações, obesidade e histórico familiar.

Alguns dos principais sintomas observados nessa condição são dores, coceira, formigamento, queimação, fadiga, cãibras musculares, inchaço e sensação de peso.

  1. Úlceras venosas

As úlceras venosas são feridas abertas que exigem cuidado especializado, causam muita dor e são muito difíceis de curar, e surgem, geralmente, como consequência do agravamento da insuficiência venosa crônica.

Quem sofre com o problema, deve continuar cuidando e acompanhando após o tratamento, para evitar que as úlceras retornem.

  1. Tromboflebite superficial

Em alguns casos pode se desenvolver nas veias das pernas e coxas um ‘trombo’, um coágulo sanguíneo, que entope a passagem do sangue. que é quando acontece a trombose.

Embora não sejam tão comuns, pode acontecer de um pequeno coágulo se desprender e correr pela circulação até chegar ao pulmão, causando a Embolia Pulmonar, cujos sintomas são dor no peito, tosse, cansaço, falta inesperada de ar e, em casos mais graves, levar à óbito.

  1. Dermatite ocre

Dermatite ocre é quando o sangue acumulado nas veias extravasa, manchando a pele das pernas com uma coloração acastanhada, semelhante à ferrugem, daí o nome dermatite ocre.

Essa cor é devido à presença de ferro nos glóbulos vermelhos, que se rompem, liberando hemoglobina e alterando a coloração da pele da região.

08/01/2020

Melhores Dicas Para Emagrecer os Braços

Não aguenta mais esconder o braço gordinho? Quer exibir braços torneados e bem definidos? Quer saber como emagrecer os braços? Então, esse artigo é para você.

Ter braços bem torneados, sem dúvida, é o sonho de muitas mulheres. Infelizmente, com o passar dos anos, os braços são uma das partes mais difíceis de trabalhar, perdendo logo o tônus e adquirindo gordura.

O fato é que para ter os braços definidos é preciso ter uma alta dose de determinação e muito esforço, pois será preciso reduzir a gordura para que os músculos tornem-se visíveis o que só é possível com o combo:

Porque os braços ficam gordos e flácidos

É preciso ter em mente que, de uma forma geral, braços flácidos vêm como resultado de ganho de muito peso, ou mesmo, do efeito sanfona.

Conforme ganhamos peso, as células de gordura vão se espalhando pelo corpo todo, e claro, acabam indo parar em regiões como abdômen, coxas, peito, costas… e quando em excesso, acabam tendo que se reorganizar… é quando vai para braços, pescoço e rosto.

Por isso, muita gente costuma dizer, quando percebo que meus braços (pescoço ou rosto) estão mais gordinhos, é que está na hora de fazer uma dieta…

E, claro, onde o corpo decide armazenar o excesso de gordura depende, principalmente, da genética. Uns armazenam nas coxas, outros no bumbum, outros nos braços…

Por isso, vale saber que para emagrecer o braço, é preciso emagrecer o corpo como um todo, é impossível emagrecer só um órgão do corpo, especificamente.

Assim sendo, a dica é reduzir seus níveis de gordura total, dessa forma, a gordura acumulada nos braços também vai diminuir.

Outra dica, na verdade, vale mais como um truque, é procurar tonificar os músculos posteriores dos braços, pois isso irá dar a eles um aspecto mais fino.

Acredite, tonificando os músculos dos braços, vai parecer que a gordura dos braços diminuiu, mas, claro, ela continua ali. Por isso, não exercite apenas os braços, para se livrar de sua gordura, exercite o corpo inteiro, e perca peso para reduzir a gordura total. Um dica para que você consiga resultados mais rápidos, basta você comprar o Plano Bella que irá você aprender algumas técnicas para que consiga emagrecer de forma geral e naturalmente.

Dicas para emagrecer os braços

Como já foi dito, não é possível reduzir gordura de forma localizada, ou seja, só dos braços. Para que seus braços fiquem mais torneados e finos, é preciso que invista em exercícios de fortalecimento dos braços (para tornea-los) e que procure emagrecer, para que os músculos apareçam.

Dieta

Invista em uma dieta saudável, que inclua laticínios com pouca gordura, vegetais, proteína magra, fruta e grãos integrais, para lhe ajudar a emagrecer. Substitua alimentos calóricos por alimentos com menos calorias, coma porções menores e faça suas próprias refeições. Encontre um equilíbrio saudável, sem dietas restritivas, para que seja fácil de manter e se torna parte do seu estilo de vida.

Exercícios

É impossível emagrecer o braço e tonificá-los sem um bom exercício cardiovascular, para ajudar a queimar gordura. Um bom exemplo de exercício cardiovascular é combinar exercícios aeróbicos e musculação, para perder peso e tonificar os músculos.

E pratique regularmente os exercícios, dessa forma conseguirá queimar gordura das pernas e braços mais rápido.

Adicionando Musculação

Outra dica para ajudar a emagrecer é adicionar musculação aos exercícios cardiovasculares, pois combinando os dois estará oferecendo ao seu corpo a capacidade máxima de queima de gordura. Bons exercícios de queima de gordura e tonificação para os braços incluem socos e flexões.

Exercícios Localizados

É fundamental procurar trabalhar, além de flexões para a parte frontal dos seus braços, trabalhar o posterior do seu braço – que é uma área problemática. Exercícios localizados são eficazes já que estimulam o tecido muscular, e a dica, para melhores resultados, é começar devagar e ir aumentando.

E é isso, agora já sabe que não é possível emagrecer o braço de uma forma isolada, que terá que emagrecer o corpo, como um todo. Agora é aproveitar nossas dicas e adquirir braços torneados e bem definidos.

04/01/2020

8 dicas para emagrecer de forma definitiva

Quer emagrecer de forma saudável e definitiva? Então, confira nossas dicas abaixo!

Hoje quando se fala em emagrecer, é impossível não pensar nas inúmeras dietas que aparecem constantemente prometendo uma perda rápida, quase mágica, de peso.

E são muitas as dietas que surgem, as chamadas dietas da moda…

Quem nunca ouviu falar em dieta da proteína, dieta da lua, dieta da sopa, deta do abacaxi… e por aí vai. Todas prometendo emagrecer rapidamente e sem complicações.

Só que, na verdade, de saudáveis essas dietas não têm nada, são até bem complicadas, podendo trazer diversos problemas de saúde por conta das grandes restrições impostas.

É preciso ter em mente que cada pessoa possui sua própria constituição física, algumas com tendência a engordar e outras a emagrecer mais facilmente.

Mas, claro, não é por isso que você vai desistir de conquistar um corpo mais saudável e dentro do seu peso ideal.

Então, justamente, para que consiga emagrecer de uma forma definitiva, sem precisar apelar para diferentes dietas, restritivas e nada saudáveis, a principal dica é procurar ajuda de um profissional na área da nutrição, para que possa indicar e acompanhar uma dieta personalizada.

Caso não seja possível apelar para um bom profissional, então, com certeza, se seguir essas 7 dicas poderá emagrecer de uma forma saudável e, principalmente, definitiva, já que estará mudando alguns hábitos.

1 – Evite guloseimas

Se realmente pretende emagrecer, deve fugir de guloseimas como chocolate, balas, doces, salgadinhos, biscoitos, etc.

Mas como nada com proibição tende a dar certo, quando bater aquela vontade louca, pode comer, mas não exagere e tente compensar na refeição seguintes.

É preciso ter em mente que essas guloseimas contêm muitas calorias, açúcares e gorduras ruins, por isso, se consumidas sempre ou em exagero, podem engordar e ainda prejudicar a saúde.

2 – Nem sempre light/diet é a melhor opção

Acredite, embora um alimento light/diet possa conter uma quantidade menor de açúcar e gorduras, as calorias continuam lá. Por isso, procure os consumir sem exageros.

3 – Invista em frutas e verduras para emagrecer

Todo organismo precisa de frutas e verduras para funcionar perfeitamente, já que são alimentos ricos em minerais, vitaminas e fibras, responsáveis por passar a sensação de saciedade, evitando que acabe se alimentando de forma inconsciente e errada.

4 – Fuja de frituras para emagrecer

Quem deseja emagrecer, e com saúde, já sabe que deve evitar frituras, livrando o organismo do excesso de gordura e calorias. Por isso, procure substituir as frituras por alimentos assados, grelhados ou cozidos, que são bem mais saudáveis.

5 – Use suplementos e emagrecedores naturais

Sim, embora algumas pessoas torçam o nariz para estes tipos de produtos, existem vários que realmente funcionam e dão ótimos resultados na perda de peso e controle da fome exagerada, Sibulmax é um deles, considerado o melhor do Brasil.

6 – Aposte nas versões integrais

Uma das principais medidas que quem quer emagrecer precisa tomar é procurar fazer substituições inteligentes, assim, em vez de comer alimentos refinados, procure optar por arroz, pão, macarrão nas suas versões integrais.

Os produtos integrais mantêm suas propriedades nutricionais, como os minerais, as fibras e vitaminas.

Mas, vale lembrar que não é porque esses alimentos são mais nutritivos que devem ser ingeridos seu cautela, é bom lembrar que, mesmo sendo integrais, eles engordam.

7 – Opte por sucos naturais

Muitas vezes, o maior vilão da boa forma são os refrigerantes, já que o açúcar faz parte de suas composições. Por isso, prefira sempre os sucos naturais, que ajudam na hidratação do corpo e ainda oferecem vitaminas e minerais.

8 – Invista em atividades físicas

E como emagrecer é matemática, e  é preciso se gastar mais do que se ingere, as atividades físicas são de grande ajuda na hora de mandar embora o excesso de peso.

Mas, antes de se matricular em uma academia, vale procurar uma atividade que, realmente, lhe agrade a ponto de colocá-la em sua rotina eternamente.

Se achar que não vai continuar, vale apelar para uma caminhada, corrida, bike…o importante é escolher uma que vá praticar sempre.

10/12/2019

Impotência por diabetes se cura?

A diabetes é um problema que pode causar a impotência sexual, o que muita gente não sabe. Isso acontece porque a pessoa com essa condição pode apresentar uma série de alterações no sistema vascular, que dificulta a chegada do sangue na região genital e, consequentemente, a ereção.

Para que se tenha uma ereção peniana total, o homem deve receber estímulos físicos ou mentais, fazendo com que o cérebro receba sinais e envie a ordem de aumentar a circulação de sangue na área genital.

Quando isso não acontece, fica mais difícil ter as condições que são consideradas necessárias para o contato íntimo satisfatório, ou seja, sem a circulação adequada, é difícil obter uma ereção completa.

Principais causas da impotência em diabéticos

Pois bem, como já foi explicado, a diabetes é uma condição que pode afetar o sistema vascular. Mais do que isso, as principais causas da impotência em diabéticos são as seguintes:

  • Alterações circulatórias que podem comprometer o abastecimento de sangue na região genital
  • Obstrução da artéria peniana, que leva a uma menor concentração de sangue no local, por causa da aterosclerose
  • Alterações da sensibilidade peniana, que acaba levando a uma diminuição do prazer
  • Ansiedade e estresse normalmente causado por restrições alimentares, medo de adoecer oi necessidade de cuidados com a circulação

É justamente por isso que, aqueles homens que apresentam alguma alteração, podem também apresentar um quadro de impotência sexual. Por esse motivo que se faz tão importante realizar o acompanhamento médico adequado.

Impotência sexual em diabéticos tem cura?

Nem sempre a impotência sexual causada por quadros de diabetes tem cura ou pode ser completamente revertida. Isso vai depender da gravidade dos danos que os vasos já sofreram e como já foram afetados. Mas a boa notícia é que o v8 big size funciona perfeitamente para você conseguir ter ereções durante a relação e por ser um produto natural, ele pode ser usado por qual um.

Nos casos mais severos, o tratamento pode não ser suficiente para que haja uma ereção satisfatória novamente. No entanto, só é possível descobrir isso depois que o tratamento for iniciado, avaliando a evolução da melhora individual de cada paciente.

Mais do que isso, é preciso estabelecer o controle dos níveis de glicose e de pressão arterial, bem como manter-se no peso ideal por maio de uma dieta equilibrada e fazer o acompanhamento médico com visitas regulares.

Todas essas medidas são muito importantes para a manutenção e uma vida com saúde, que beneficia o tratamento da impotência sexual que é causada pela diabetes.

Mais do que isso, ainda é possível optar pelo uso de medicamentos vasodilatadores, como o Viagra, praticar exercícios físicos, usar prótese peniana semirrígida e também apostar em remédios caseiros para o controle da glicemia.

Pronto, agora já sabe um pouco mais sobre a impotência por diabetes e como ela pode ser tratada ou curada.

05/12/2019

Tratamento para próstata benigna

A HPB, Hiperplasia prostática benigna, também chamada de próstata aumentada, é caracterizada pelo crescimento da próstata causado pela ação do hormônio masculino, que se chama testosterona.

O aumento é considerado benigno, então, não é considerado câncer!

Essa condição é considerada muito comum, visto que acontece com cerca de 50% dos homens com idade superior aos 50 anos de idade.

Já nos homens com mais de 90 anos de idade, o índice chega a ser de 90%.

Em um homem com a próstata de tamanho normal, o peso dessa glândula é de cerca de 20g. No entanto, o crescimento pode ser de até 4g por década naqueles indivíduos que apresentam a próstata benigna.

Para quem não sabe, a próstata fica logo abaixo da bexiga, na primeira parte da uretra, envolvendo-a.

É por isso que, quando temos um quadro de próstata aumentada, pode haver a compressão da uretra, o que dificulta a passagem da urina. Essa urina que fica retida pode favorecer o aparecimento de condições infecciosas e também cálculos renais.

Causas da próstata benigna

Até o momento, não se conhece quais são as causas da próstata benigna. No entanto, o que se acredita é que existem diversos fatores que contribuem para o surgimento desse problema, tais como o histórico familiar, a idade, níveis elevados de testosterona e alterações genéticas, entre outros.

Como prevenir o aumento da próstata

Essa é uma condição que está intimamente ligada com a idade do homem. No entanto, alguns estudos mostram que ela pode também estar relacionada com questões nutricionais.

Dessa forma, o consumo de gorduras saturadas, por exemplo, bem como de zinco, pode levar a um aumento nas chances do surgimento dessa condição.

Já o consumo de frutas possui o efeito contrário, ajudando a reduzir os riscos de aumento da próstata, o uso do suplemento Renova Prost também é positivo.

Além disso, altos níveis de PSA, obesidade, problemas cardiovasculares e diabetes também podem ser fatores prejudiciais.

Tratamento da próstata benigna

O tratamento tem como principais objetivos o alívio dos sintomas e a correção das complicações já causadas.

Dessa forma, ele pode ser um tratamento clínico mesmo ou cirúrgico, sendo que somente o médico é que pode determinar a melhor forma de abordagem depois de analisar cada caso individualmente.

Essa é uma decisão que vai levar em consideração a idade do paciente, suas condições clínicas, o tamanho da próstata, os danos que foram causados ao trato urinário, a presença de complicações, a gravidade dos sintomas e outros.

Portanto, não espere para procurar ajuda. Quanto antes o problema for diagnosticado, mais simples será o tratamento!

18/11/2019

Propriedades do Chá de Menta Para a Saúde

Chá de menta é delicioso e relaxante. Mas também possui grandes benefícios que tornam essa infusão quase milagrosa, tanto para o bem-estar físico quanto para o mental. Como se isso não bastasse, também serve para tratar e aliviar várias patologias que podem afetar o equilíbrio da sua saúde. Mas o que a hortelã contém? É uma erva com um alto índice de vitaminas A e C, além de ácidos graxos ômega 3, antioxidantes e minerais de todos os tipos. Todos esses componentes são saudáveis ​​e necessários para o corpo.

Propriedades do chá de menta para a saúde

Mint é obtido em praticamente qualquer país. Embora você prefira climas frescos, é possível semeá-lo no jardim ou em vasos de sua casa, desde que você tenha os cuidados simples necessários. Para tirar proveito de suas propriedades, prepare um chá ou adicione as folhas a saladas e bebidas.

Contra o mau hálito

O chá de hortelã-pimenta pode ser usado como um tônico para combater a halitose. Devido aos seus efeitos de resfriamento e propriedades antibacterianas, é um excelente remédio que deixa um sabor rico na boca . Você também pode mastigar algumas folhas de hortelã fresca.

Nos componentes de dentifrícios e enxaguatórios bucais, a hortelã nunca falta. É por isso que é recomendável usar este chá como enxaguatório bucal contra o mau hálito . A única diferença no momento de sua preparação será aumentar a quantidade de folhas de hortelã, para que seu sabor se intensifique.

Perder peso

O chá de menta pode ser o que você está procurando para se livrar dos quilos extras que o atormentam. Juntamente com o chá verde, eles fazem uma combinação perfeita para estimular o metabolismo e queimar gordura . Além disso, essa combinação também serve para tratar o fígado gordo.

Chá de hortelã-pimenta combate sinusite

Quando há problemas com congestão nasal e gripe, é comum fazer infusões quentes. No caso do chá de menta, ainda mais. O conteúdo de mentol é um componente básico dos remédios naturais para aliviar a sinusite. Ajuda a descongestionar as vias aéreas e aliviar a dor de garganta.

Alivia os sintomas da alergia

A hortelã-pimenta contém ácido rosmarínico , um antioxidante e anti-inflamatório, que comprovadamente tem o potencial de aliviar os sintomas sazonais de alergia e asma. Este antioxidante reduz os glóbulos brancos relacionados a alergias, o que se traduz em uma diminuição significativa dos sintomas.

Benéfico para a pele e cabelos

O tônico que você pode preparar com hortelã tem propriedades anti-sépticas e antibacterianas, por isso pode ser aplicado para atacar o vírus do herpes tipo 1. Ele também serve para aliviar as irritações da pele e para eliminar a caspa e os piolhos do couro cabeludo.

É relaxante

Se o estresse o afeta, não há nada como beber uma xícara de chá de menta, de preferência quente. Seus componentes mentolados têm ótimos efeitos relaxantes e ajudam a combater o estresse, fadiga e exaustão mental.

Muitos de nós conhecemos os maravilhosos efeitos da hortelã-pimenta no alívio de dores musculares . Até a maioria dos cremes para alívio da dor contém mentol, o componente básico da hortelã-pimenta. Uma compressa incorporada no chá de menta quente em um músculo dolorido relaxará a área até que o alívio seja alcançado.

Na hora de dormir

Se você tiver problemas para dormir, beba uma xícara de chá de menta quente. Relaxe os músculos e a mente. Esta infusão é seu aliado para adormecer e superar o estresse acumulado do dia. Novamente, a pessoa responsável por esses efeitos é para o mentol que ele contém.

Ajude os processos digestivos

A digestão lenta ou pesada melhora com uma xícara de chá de menta após as refeições. Também ajuda a aliviar dores de estômago e problemas, em casos de gases ou inflamação. Da mesma forma, tem sido comprovado para aliviar a síndrome do intestino irritável . No entanto, é contraindicado nos casos de refluxo gastroesofágico .

Nos casos de quimioterapia e radiação

Mais do que o chá, o óleo de hortelã-pimenta é um aliado dos pacientes com câncer. É muito mais eficaz que os medicamentos tradicionais para combater a náusea causada pela quimioterapia. Também ajuda a proteger o DNA e evita a morte celular em áreas expostas à radiação contra o câncer.

Receita básica do chá de hortelã

Ingredientes

  • 5 folhas de hortelã fresca
  • 1 xícara de água (250 ml)

Preparação

  • Lave bem as folhas de hortelã.
  • Aqueça a água e, quando ferver, adicione as folhas de hortelã
  • Retire a panela do fogo, tampe-a e deixe o chá de menta descansar por alguns minutos.
  • Aproveite sua xícara de chá quente ou quente.

Chá de menta com chá verde para perda de peso

Ingredientes

  • 5 folhas de hortelã fresca
  • 2 colheres de sopa de chá verde (30 g)
  • 1 xícara de água (250 ml)

Preparação

  • Aqueça a água e, quando a fervura terminar, adicione as folhas de hortelã e o chá verde.
  • Cubra a panela e retire do fogo.
  • Deixe repousar 5 a 10 minutos.
  • Tome este chá com o estômago vazio, no máximo por três semanas consecutivas.

Água com hortelã

Ingredientes

  • 1 xícara de folhas de hortelã fresca (cerca de 100 g)
  • 4 xícaras de água (1 litro)
  • Adoçante (a gosto)

Preparação

  • Coloque a água em uma jarra e adicione as folhas de hortelã na água.
  • Deixe descansar por 30 minutos.
  • Coe e sirva com gelo e adoçado a gosto. Uma delícia para os dias quentes.

Tônico tópico para chá de menta

Ingredientes

  • 15 folhas de hortelã fresca
  • 1 xícara de água (250 ml)

Preparação

  • Aqueça a água e, quando ferver, adicione a hortelã.
  • Ferva por 3 minutos. Desligue o fogo e tampe a panela e deixe esfriar.
  • Coe o tônico de chá de menta e guarde na geladeira.